Moda gestante

A questão do peso na gravidez é uma preocupação que eu comecei a ter desde o comecinho. Primeiro porque sempre tive facilidade pra ganhar peso e sempre vivi numa luta eterna pra manter a forma o peso. Se comia um doce no dia anterior, tinha que apertar a dieta no dia seguinte, sempre foi assim. Com essa facilidade pra engordar, na gravidez então achei que seria ainda mais fácil ganhar peso sem nem "fazer muito esforço".

Dizem que o normal é ganhar até 10, 11kg na gravidez. Mas aí eu escuto inúmeras histórias de gente que ganhou 20, 23, 25kg numa gestação e começo a imaginar o quanto eu vou ter ganho ao final das 40 semanas. Logo no começo, no 2o, 3o mês, comecei a sentir mais fome e não queria ficar passando fome a noite pra não ganhar peso no dia seguinte. Passei a comer menos porcaria, claro, mas mesmo fazendo uma refeição saudável a noite, sabia que no dia seguinte a roupa já estaria mais apertada.

Então foi assim mesmo. Minhas roupas começaram a não dar mais, as blusas apertadas no peito, as blusas de botão não abotoavam mais, e os casacos não chegavam nem perto uma banda da outra. Oh God, e eu ainda estou entrando no 5o mês. Graças a Deus agora a fome deu uma maneirada, mas a barriga continua crescendo.

Já encaixotei mais da metade das minhas roupas porque não cabem mais e tive que sair a procura de roupas maiores. Falei tanto no assunto da falta de roupa que um dia chegou Eric aqui com uma sacola da H&M com 3 blusas XL pra mim hahahahaha. Doce atitude dele, mas a questão não é só roupa XL. Calça por exemplo pode ser tamanho 46 que apertando minha barriga quando sento não aguento.

Então me rendi e fui atrás de roupa de gestante na cidade. Existem algumas lojas especializadas só pra gestante, mas é estilo boutique e tudo muito caro porque é exclusivo. Po, tambem não queria gastar muito numa roupa de gestante porque não é o tipo da roupa que vou usar muito ne. Então, o andar de baixo da H&M na Bahnhofstrasse aqui em Zurich, e o andar de cima da C&A foram minha salvação, conheci a "Umstrandsmode" e com o preço ainda popular bem accessível como roupas normais.

Não sei se é assim, mas essas seções não são pra moda grande, pessoas com mais peso, são para grávidas mesmo. Claro, alguns casacos podem ser muito bem aproveitados pra quem tem mais peso, mas essas calças "falsas" com essa cintura alta foram um achado.

Têm me servido imenso por enquanto. Espero que quando minha barriga ficar maior ainda sirvam, ou será que vou precisar comprar ainda números maiores?

Fui em outras lojas que costumava comprar roupa como Zara e Espirit e fiquei meio decepcionada em saber que a Espirit não tem nada do tipo e a Zara encerrou moda gestante, pelo menos aqui na Suiça. Lojas de departamentos mais comuns como CoopCity e Manor tambem tem alguma coisa moda grande, mas o preço já é mais salgado. Por enquanto as calças da C&A e H&M estão resolvendo meu problema.

Vestidos é outra roupa que eu adoro e são muito confortáveis com a barriga. O problema aqui é que primeiro é difícil de achar vestidos legais, pelo menos pro meu gosto. E depois que não dá mais a essa época pra por um vestido e sair na rua, o frio não deixa. Então comprei meias leggin de grávida com um pano a mais pra barriga que vai até lá em cima e aí jogo o vestido por cima. É uma beleza, ajuda muito. Claro, em dias muito frios de inverno não sei se vai dar pra sair assim, mas por enquanto no Outono tá resolvendo.

Sapatos não aguento mais de salto. Me canso muito rápido e minhas costas doem, então bota sem salto e sapatinhos fechados sem salto é o que eu estou buscando agora. Tive que comprar porque a grande maioria dos meus sapatos todos tinham um salto e eu to numa frescura que até o menor salto me incomoda.

Comprei também um pijama grande que regula a cintura, mas usei o danado por 2 semanas e agora já me incomoda de noite quando me mexo na cama e as cordinhas que regulam apertam minha barriga. Vou ter que buscar uma camisola. Por enquanto to usando uma calça frouxa que amarra do lado tipo de yoga que mais parece um mulambo, mas pra ficar em casa e pra dormir, não tem nada melhor. Bebe agradece.

Eu achei que fosse mais fácil de uma grávida se vestir e encontrar roupas, mas to vendo que não e o dilema é dividido. Ainda bem, só assim não me sinto única no mundo.

O plano de saúde havia me informado que eles cobrem um curso de moda gestante, que eu tenho direito a fazer durante a gestação, pra aprender a me vestir apropriadamente no inverno sem prejudicar o bebe. Mas já comentei esse assunto com uma pessoa ou outra e ninguem nunca ouviu falar, então não sei. Tenho que procurar, de repente oferecem lá no hospital já que tem até aula de ginástica pra gestante oferecida pelo governo. Ginástica não ne, uns movimentos aí, porque dizem que exercício na gravidez faz bem, ajuda na respiração e ajuda na hora do parto. Eu sinceramente não vejo taaaanta ajuda assim. Ok, na respiração sim, porque Deus, como me canso em ir daqui pra ali, mas ajudar em não ganhar peso? Nenhuma grávida vai fazer exercício aeróbico pra suar e perder peso, então não sei como isso faz sentido. Enfim.

Eu havia ganho 5kg até o último mês em 4 meses de gestação. Mas por uma crise de dor nos rins que tive nas últimas semanas, perdi 1kg em 1 mês ao invés de ganhar, então o saldo de agora são 4kg em 5 meses. Tá bem, mas a barriga cresce e cresce. Só espero conseguir me vestir direito até o final da gravidez.

Marcadores: , , , ,